Programetes SexCidade

 

Leia aqui informações sobre os temas abordados no programa Sexcidade que vai ao ar toda quinta-feira a partir das 22:00 dentro do programa "Pega leve".

 


Família e homossexualidade


Muitos pais se sentem decepcionados diante da homossexualidade dos filhos. Mas é importante considerar que  nenhum filho veio ao mundo para realizar os sonhos dos pais. Por isso, uma boa dica para apoiar o filho é aprender o máximo  sobre a homossexualidade e tentar se colocar no papel dele, para que aconteçam sempre conversas honestas e o filho  perceba que os pais estão do seu lado. Em certos casos, é útil consultar terapeutas especializados, para quem os pais podem se abrir sobre os próprios sentimentos e assim aprender a trabalhá-los.

No início da minha experiência como voluntária no MGM - Movimento Gay de Minas,  eu acreditava que encontraria ali jovens homossexuais com dificuldades em aceitar sua condição. Contudo, fui surpreendida pela quantidade de jovens que não conseguiam lidar com a frustração e muitas vezes animosidades familiares. Imaginem o quanto é difícil ter que escolher entre o afeto dos seus pais, muitas vezes irmãos e amigos, e sua vida afetiva e sexual futura?

Um aspecto que sempre vale considerar: homossexualidade não é opção, é condição. Nunca diga: eu acho que todo mundo tem direito a opção, ou eu respeito a opção  sexual do outro.

Isto é uma questão até de lógica...ninguém escolhe ser alvo de preconceito social, familiar...A pessoa pode optar, sim, se vai ter ou não vida sexual ativa. Tanto como os heteros! mas não dá para escolher a direção que o desejo  sexual irá tomar. Além do mais, existe um outro fator que confunde a cabeça das pessoas: a exclusividade. Muitos pensam que a orientação sexual se divide em homo, bissexuais e heteros. Mas na vida, as coisas não são tão compartimentadas assim. Então, podemos encontrar alguém que foi por longa data homo namorando uma pessoa do sexo oposto, ou um hetero de repente se envolvendo com alguém do mesmo sexo, e depois voltando á situação anterior, onde a questão não é nem o sexo, mas a pessoa. isto é bem representado no filme O segredo de Brokeback Mountain.  Ou seja, a sexualidade humana é como uma rosa: á primeira vista, ela pode até parecer como de uma cor só. Mas se vc analisá-la cuidadosamente, encontrará surpreendentes nuances...

 


Av. Rio Branco 2721 sala 1502 - Centro - Juiz de Fora - MG

Tel.:(32) 3237-9241 ou 8821-8727
Blog SexologiaJF Youtube SexologiaJF Facebook SexologiaJF Twitter SexologiaJF Orkut SexologiaJF Sex Cidade
Corpyrigth @ - www.sexologiajf.com.br - Todos os Direitos Reservados