Fatores Mantenedores da Disfunção Sexual


Geralmente o que mantém a disfunção sexual, do ponto de vista psicológico, são fatores ligados às interpretações que as pessoas fazem acerca da própria disfunção e dos fatores que a desencadearam. Seguindo no exemplo acima, podemos analisar que o que mantém a disfunção do sujeito é que o seu baixo desempenho profissional o deixa inseguro com relação à sua masculinidade, já que o papel de provedor é muito fortemente ligado a este aspecto. Isto o deixa ansioso e o desconcentra no prazer do sexo, podendo ocasionar tanto a disfunção erétil como a dificuldade de controlar a ejaculação. A partir dos primeiros episódios de ejaculação precoce, ou de perda de ereção, o homem facilmente se apavora ao entender-se com problemas também no sexo, e começa a se preocupar também com o desempenho sexual, sendo vítima do temor de desempenho.


Voltar ao texto anterior