Para acompanhar as atualizações, faça seu cadastro no site www.sexologiajf.com.br ou siga-me no twitter: twitter.com/sexologiajf_mg

ATENÇÃO!!! È permitida a utilização, total ou parcial, das idéias e dos textos abaixo, desde que indique a autoria da Profa. Maria Lúcia de Freitas Beraldo. A referência bibliográfica deve ser feita da seguinte maneira, de acordo com a NBR 6023 – ago./2000 : 

Beraldo, M.L.F. Título do texto Disponível em: www.sexologiajf.com.br | Acesso em:(colocar a data em que acessou a página).


Tamanho de Pênis


 

Na relação sexual, ter o pênis pequeno compromete em alguma coisa? Existe algum remédio que aumente o tamanho do pênis? 

Rodrigo, por fax

Boa parte da população masculina acredita que o tamanho de seu pênis poderia ser melhorado. Esta preocupação está  ligada ao estereótipo da masculinidade e é embasado pela crença de que um pênis  grande  significa uma maior masculinidade, melhor desempenho sexual e, consequentemente, maior satisfação feminina.  A vagina é formada por músculos adaptáveis ao tamanho do pênis. Contudo, o tamanho médio vaginal ( de profundidade) é de 8 a 10 cm. Já o tamanho médio de pênis do homem brasileiro é entre 13 e 17 cm. Daí, o leitor pode perceber que um homem com o tão sonhado "ultra-super-mega- pênis" terá problemas com a maioria das mulheres. 
A relação do tamanho de um pênis e a qualidade da relação sexual está mais  ligada ao aspecto psicológico do que físico:  Isso acontece porque se a pessoa está insatisfeita com o próprio pênis, ela já entra em campo perdendo de 1 a 0. Isto porque  a auto-estima e  a auto-imagem ficam abalados e, consequentemente, a autoconfiança - processo que bloqueia a capacidade erótica e o desempenho sexual. É certo que esta crença é dirigida também às mulheres: Se fizermos uma enquete, muitas poderão dizer que preferem pênis grandes. Contudo,  não é comum uma mulher dispensar um homem por causa do tamanho do pênis.  Na clínica de sexologia, percebo que  a queixa delas está mais relacionada  à falta de carinho, atenção ( entenda-se aqui homens mais preocupados com o próprio prazer, estabelecendo a penetração sem se preocupar se a parceira está suficientemente excitada, sem procurar saber se ela está gostando  daquele jeito ou não, etc.), e homens que impedem que elas exponham o próprio erotismo (  muitos homens ainda  acreditam que eles devem saber de tudo sobre sexo. Assim, qualquer mudança  no ato sexual proposta por elas é tida como um atentado à sua masculinidade). Em certos casos, cirurgias de lipoaspiração na região pubiana podem liberar alguns centímetros de pênis encobertos pela camada de gordura. Mas suspeite de medicamentos milagrosos: apenas exploram  a boa-fé.  Uma dica é aparar bem os pêlos pubianos e observar-se de lado em um espelho de corpo inteiro, com o pênis ereto. Quando olhamos de cima, ele parece menor!  .Além disso, cabe observar que muitos desses grilos surgem na adolescência, ao observar amigos trocando de roupa. Só que tamanho de pênis flácido não conta nada: o pênis pode ser grande quando flácido e ficar, em ereção, do mesmo tamanho que aquele que fica bem menor quando flácido. Não vale também se comparar com artistas pornôs: eles são escolhidos a dedo! Não se esqueça: o maior órgão sexual está acima do pescoço!

Maria Lúcia Beraldo
Psicóloga/mestre em Sexualidade humana

 

 Meu namorado gosta de transar na posição de quatro, mas eu reclamo  que a vagina dói. Por quê?
 
Quando a mulher fica de quatro, a angulação da vagina faz um encaixe perfeito com o pênis, permitindo
 uma  penetração  mais profunda. Esta posição pode ser mais dolorosa se o pênis dele for maior do que
a profundidade de sua vagina. Mas se a posição é legal para vocês, é só você pedir a ele que não penetre
 totalmente. Você pode também usar outras posições que tenham o mesmo estilo, mas que não permita
uma penetração tão profunda, como você deitada de barriga voltada para cama, com as pernas esticadas.
Ele deita sobre você, penetrando-a. Se ele inclinar o dorso para cima, não pesará sobre suas costas, e você
poderá se estimular no clitóris  enquanto ele a penetra.  Esticando o braço um pouco para baixo, você poderá
acariciar os testículos dele, levando-o à loucura! Divirtam-se!

 

Maria Lúcia Beraldo
Psicóloga/mestre em Sexualidade humana

 


Av. Rio Branco 2721 sala 1502 - Centro - Juiz de Fora - MG

Tel.:(32) 3237-9241 ou 8821-8727
Blog SexologiaJF Youtube SexologiaJF Facebook SexologiaJF Twitter SexologiaJF Orkut SexologiaJF Sex Cidade
Corpyrigth @ - www.sexologiajf.com.br - Todos os Direitos Reservados